Portal da Transparência

Capacidade Operacional

Regulamentação:

A área de planejamento e alocação de voos da Infraero tem por objetivo emitir parecer técnico de disponibilidade da infraestrutura aeroportuária baseando-se nos princípios da isonomia, transparência e não discriminação.

A partir da temporada W19 a Infraero adotará o protocolo internacional de comunicação estabelecido no capítulo 06 do Standard Schedules Information Manual (SSIM) da Associação Internacional das Empresas de Transporte Aéreo (IATA). Com o objetivo de padronizar o processo de alocação de voos nos aeroportos da rede Infraero, adotaremos os prazos ora estabelecidos no calendário de atividades da Agência Nacional de Aviação Civil – Anac, e demais regras para alocação da infraestrutura elencadas na Resolução nº 338 e Portaria nº 3192.

TEMPORADA W20

Na temporada W20 será enviado a lista de históricos para os aeroportos da rede Infraero.

Apesar de ter sido enviado a lista de históricos, as solicitações dos voos poderão vir com Action Code N, C/R, F etc, flat, na maior série de slots possíveis de semanas consecutivas, tanto para inclusão como para exclusão (deleções), sendo que cada série tenha no mínimo 12 semanas. Série menores que 12 semanas não serão processadas na etapa da alocação inicial.

Caso haja algum conflito entre as empresas quanto ao horário de operação, será utilizada a BDR da temporada W19 para definição da alocação.

As datas do calendário de atividades deverão ser cumpridas integralmente, salvo determinação expressa por parte da Anac.

As solicitações de slots dos aeroportos CGB, AJU, CPV, JDO, JPA e MCZ, permanecem inalteradas, permanecendo o envio das mensagens para slot@infraero.gov.br.

Dúvidas poderão ser dirimidas por meio do endereço eletrônico planvoosede@infraero.gov.br ou pelos telefones: 61 – 3312-2425 / 3519.

Endereço eletrônico para recebimento das mensagens: slot@infraero.gov.br.

 

TEMPORADA S20

Todos os aeroportos da rede Infraero seguirão a sistemática da Resolução nº 338 e respectivo calendário de atividades, com exceção para a etapa da Conferência Internacional de Slots (SC), a qual a Infraero não estará presente.

A base de referência histórica dos voos será a temporada S19, temporada equivalente, para todos os aeroportos. Até a divulgação da Base de Referência (BDR), todas as solicitações de voos deverão ser flat na maior série de slots possíveis de semanas consecutivas, tanto para inclusão como para exclusão (deleções), sendo que cada série tenha no mínimo 12 semanas.

Dúvidas poderão ser dirimidas por meio do endereço eletrônico planvoosede@infraero.gov.br ou pelos telefones: 61 – 3312-2425 / 3519.

Endereço eletrônico para recebimento das mensagens: slot@infraero.gov.br.

Fórum Infraero para Obras em Áreas Operacionais – IFWOA

Aeroporto Internacional de São José dos Campos - Prof. Urbano Ernesto Stumpf

Aeroporto Internacional de São Luís - Marechal Hugo da Cunha Machado

Aeroporto de Belém Brigadeiro Protasio de Oliveira

Aeroporto Internacional de Ponta Porã

Monitoramento de Slots

Conforme estabelecido no Art. 44-A da Resolução ANAC 487 de 22 de agosto de 2018, a Infraero passa a publicar os dados das operações aéreas (PDO) dos aeroportos coordenados que estão sob sua responsabilidade, observando os procedimentos e prazos estabelecidos na portaria informada no § 2º do Art. 3º desta referida Resolução.

MONITORAMENTO SEMANAL (SBSP e SBRJ)
S20

MONITORAMENTO SEMANAL (SBRF, SBRJ, SBSP)
W19
*As informações referentes à SBRF foram disponibilizadas até o dia 01/03/2020 – temporada W19 – devido ao processo de concessão do aeroporto.

MONITORAMENTO SEMANAL (SBRJ, SBSP, SBBE, SBBH, SBCT, SBCY, SBGO, SBEG, SBFI, SBMO, SBRF E SBVT)
S18 – W18 – S19

MONITORAMENTO MENSAL (SBBE, SBBH, SBCT, SBCY, SBGO, SBEG, SBFI, SBMO, SBRF E SBVT)*

S18 – W18

*Os monitoramentos destes aeroportos foram realizados mensalmente até dezembro de 2018 mudando para a frequência semanal a partir de janeiro de 2019.

Para acessar a base de dados (lista de serviços alocados) dos aeroportos da rede Infraero, clique aqui

Para acessar a capacidade disponível para alocação, clique aqui

voltar